Sinais de depressão em adolescentes

Depressão em adolescentes

A saúde mental de uma criança e, mais tarde, a saúde mental de um adolescente, tem grandes efeitos sobre a forma como eles vivem. Problemas como a depressão podem afetar a qualidade de vida de seu adolescente e podem afetar inclusive sua saúde física.

Nesse Post, falaremos sobre os principais sintomas de depressão em um adolescente. Se você acha que seu filho adolescente pode estar deprimido, fique atento a esses sinais. Se apresentarem mais de um sinal, consulte um especialista para ver se ele acredita que seu filho pode estar sofrendo de depressão.

Sintomas de Depressão em adolescentes

Sono irregular: Às vezes, os adolescentes podem estar apenas em um horário de sono diferente dos seus pais. É perfeitamente normal que um adolescente fique acordado tarde da noite um dia e que deseje dormir bem no dia seguinte. Este não é um problema anormal.

Eles retornarão para a “normalidade” com o passar do tempo. O que não é normal é um adolescente que dorme o tempo todo, indo para a cama cedo, dormindo tarde e ainda tirando umas sestas durante a tarde. Também não é normal que um adolescente sofra de insônia.

Embora estes possam ser sintomas de outros problemas, eles também podem ser sinais de depressão. No post ” O sono pode ser mais importante do que você pensa “, falo mais sobre o assunto.

Falta de energia: Apesar de todo esse sono extra, seu adolescente ainda parece cansado ou com sono a maior parte do tempo? Baixa energia e muito sono podem ser sinais de um problema com a tireoide, ou pode ser um sintoma de depressão, dentre outras coisas. Vale a pena investigar.

Perda de interesse: Se o seu adolescente não está mais interessado em coisas que costumava estar entusiasmado, como manter contato com seus amigos ou em jogar os últimos videogames, então isso pode ser motivo de preocupação.

Mudança de apetite: Seu adolescente sempre com fome de repente se mostra desinteressado em alimentos? O seu adolescente passa de repente e de maneira incomum a comer o tempo todo (particularmente doces)? Estes podem ambos ser sinais de depressão, e devem ser observados cuidadosamente.

Eles também podem indicar problemas como um transtorno alimentar e, portanto, devem ser levados a sério independentemente das circunstâncias.

Irritabilidade: Embora possa ser difícil dizer se o seu filho adolescente é irritável em geral ou simplesmente com você como figura de autoridade, é bom notar que a irritabilidade excessiva pode ser um sinal de depressão.

Uma visão sombria: Se o seu filho repente começa a falar negativamente ou a falar sobre o suicídio, ou tender para “mudanças de humor”, preste muita atenção e tome providências imediatas. Não tomar providência nenhuma pode ser um erro que pode ter consequências mortais.

Este pode ser um dos sinais de depressão mais negligenciados em adolescentes porque muitos pais sentem que é normal ser pessimista na adolescência. Isso também é muitas vezes confundido com auto aversão, o que pode se manifestar de várias maneiras, incluindo verbalmente (“Eu sou um vencido” ou “Ninguém gosta de mim”).

Considerações

Você nunca deve tratar esses sintomas em seus adolescentes como uma tentativa de chamar a atenção. Enquanto um ou dois dos sintomas podem ser sintomáticos de outros problemas, ou apenas comportamentos normais de adolescência, podem também ser sintomas de depressão.

Se você perceber algum desses sintomas em seu adolescente, é imperativo que entre em contato com seu pediatra o mais rápido possível.

Dependendo do seu relacionamento com seu filho, vale muito à pena conversar com ele sobre o assunto. Você nunca deve acusar se você vir sinais de depressão em seu adolescente, e sim conversar suavemente com ele para descobrir se ele está disposto a compartilhar seus problemas com você.

A depressão em adolescentes é um problema sério, mas com muita atenção de sua parte e a intervenção de um especialista, com as terapias ou medicamentos certos, você pode efetivamente eliminar os perigos imediatos dessa terrível doença. Diagnóstico e intervenção podem ser as ferramentas para ajuda-lo a vencer a doença.

 

Compartilhe

Click Here to Leave a Comment Below

Leave a Reply: