Praticando exercícios físicos para combater a depressão

A última coisa que a maioria das pessoas que sofrem de depressão querem fazer é exercício físico. O buraco escuro da depressão pode fazer, até sair da cama todos os dias, uma tarefa aparentemente impossível. Se você sofre de depressão, é imperativo que você procure seu médico ou um terapeuta primeiro, mas não se surpreenda se ele prescrever algum tipo de regime de exercícios para você seguir, além de alguns dos tratamentos mais normais para a depressão.

Embora seja bem difícil sair e começar a se exercitar quando se está deprimido, existem alguns benefícios extremamente importantes.

Benefícios

  1. Melhora a sua confiança: À medida que você se exercita, ganha mais confiança em si mesmo e na sua capacidade de atingir seus objetivos.
  2. Aumenta a sua autoestima: O exercício melhora sua aparência e sua sensação de autoestima. Também irá melhorar a sua saúde e vitalidade.
  3. Uma distração: Ter um cronograma definido para sua rotina de exercícios, não importa o que seja, lhe da algo para aguardar e pode ajudar a tirar sua mente dos seus problemas.
  4. Alívio do estresse: O exercício é uma ótima maneira de aliviar o estresse e a frustração.
  5. Sair de casa e da rotina: O exercício permite que você saia e interaja com outras pessoas, seja na academia ou apenas cumprimentando pessoas durante sua caminhada noturna.
  6. Boa estratégia de enfrentamento: O exercício é benéfico para quem faz isso. É uma maneira positiva de lidar com depressão, ansiedade ou estresse porque você se beneficiará à longo prazo.

Uma coisa importante a lembrar quando você está deprimido, é que, se você começar a se exercitar, os benefícios superarão os pensamentos negativos e a preguiça que você possa ter no início. E uma vez que você começa, não desista, mesmo que sinta seu corpo dolorido. Aqui estão algumas orientações gerais a serem consideradas antes de iniciar seu programa de exercícios.

Orientações

  1. Fale com o seu médico ou terapeuta primeiro. Eles podem ajudar a guiá-lo e encaminhá-lo para alguém que possa ajudá-lo a configurar um programa de exercícios adequado para você.
  2. Defina metas simples. O exercício deve ser divertido e fazer com que você se sinta bem. Não faça como se estivesse treinando para as Olimpíadas. Comece fácil e vá aumentando a partir daí.
  3. Faça o exercício que você gosta. Se você já fez alguma atividade no passado e gostou, faça essa novamente. Nadar, andar de bicicleta, alguma arte marcial podem ser algumas alternativas. Para algumas pessoas pode ser agradável simplesmente ir para uma caminhada.
  4. Encontre um amigo de treino. Exercitar-se com um amigo é ótimo para ajudar a levantar seu humor. Dá a você alguém para conversar e se distrair enquanto pratica seu esercício.
  5. Dê preferência para exercitar-se ao ar livre. Sol e ar fresco e o são ótimos para melhorar seu humor.

Conclusão

Usar o exercício como tratamento para a depressão é uma tendência crescente. Mas você sempre deve consultar o seu médico ou terapeuta se estiver com depressão ou apresentar sintomas de depressão.

Embarcar em um programa de exercícios por conta própria não é o único tratamento. O ideal é ser feito em conjunto com outros tratamentos. Junto com outras terapias, o exercício pode ser uma ótima maneira de ajudar a combater sua depressão.

 

Compartilhe

Click Here to Leave a Comment Below

Leave a Reply: