Depressão: O sono pode ser mais importante do que você pensa

Se contar ovelha não está funcionando para você, vou passar abaixo algumas dicas para você conseguir dormir melhor, pois a privação crônica do sono pode fazer mais do que deixa-lo cansado. Isso pode afetar significativamente sua saúde, segurança, desempenho e estilo de vida.

A maioria das pessoas se surpreende ao saber que dormir menos do que o seu organismo necessita, que em média gira em torno de seis horas por noite pode aumentar seu risco de mortalidade mais do que fumar, hipertensão ou doença cardíaca.

A qualidade do sono é tão importante quanto a qualidade da alimentação. Quando o sono é restaurador, acordamos com vitalidade, energia e motivação. Quando não dormirmos o necessário , despertamos cansados em demasia, irritados e com a capacidade produtiva reduzida.

Perder uma hora e meia de sono por apenas uma noite pode resultar em uma redução do seu estado de alerta diurno em até 32%. Essa perda pode prejudicar a memória e a capacidade de pensar e processar informações de forma eficaz.

A diminuição do estado de alerta também pode afetar atividades que exigem sua atenção, como ler um livro ou assistir seu programa de TV favorito. E o risco de sofrer um acidente de trabalho é quase dobrado quando uma pessoa está com sono.

Os acidentes de carro são outro problema. Dados da Associação Brasileira de Medicina e Tráfego (ABRAMET) apontam que sono e cansaço representam 60% dos acidentes de trânsito do país.

Segundo o pneumologista e professor da Universidade de Brasília, Carlos Viegas, o sono existe para que se possa restaurar do ponto de vista físico e psíquico. É preciso dormir um determinado número de horas, com qualidade, para se passar pelos vários estágios do sono. “Quem sofre de distúrbio do sono poderá ter infarto, obesidade, diabetes, arritmia e hipertensão arterial. Não existe qualidade de vida sem qualidade do sono”, afirmou.

Um dado assustador é que, segundo pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira do Sono, 43% dos brasileiros não têm um sono restaurador e apresentam sinais de cansaço no decorrer no dia, o que inclui levar um longo tempo para dormir, dormir menos e acordar com frequência.

Os distúrbios do sono podem de fato ser um sintoma de um problema muito maior, especialmente se eles estão associados a irritabilidade e mudanças de humor. Estresse emocional, pensamentos recorrentes e inquietação podem ser sinais de algo mais grave, como a depressão ou o transtorno bipolar.

Se você está com insônia, inquietação e irritabilidade, juntamente com tristeza ou aumentos e baixas emocionais por mais de duas semanas, procure auxílio de um especialista treinado para lhe dar um diagnóstico com maior precisão.

Dicas para um sono melhor:

  • Acostume-se a deitar e acordar todos os dias no mesmo horário;
  • Evite a ingestão de alimentos com cafeína, como o café, refrigerantes, chocolate pelo menos 3 horas antes de dormir;
  • Refeições leves na janta
  • Fique longe de eletrônicos, TV, computadores e Cia pelo menos 2 horas antes de dormir
  • Ao deitar, ouça alguma meditação guiada com fones de ouvido (você pode encontrar na internet)

 

Compartilhe

Click Here to Leave a Comment Below

Leave a Reply: