Depressão: Explore seu Eu Interior

Cada um de nós tem um ser oculto dentro de nós, mas muitos não estão cientes disso. Digo isso porque possuímos dois lados ou duas áreas no nosso cérebro que são completamente distintos. Um lado racional, que é a consciência e um lado emocional, que orienta nosso comportamento em nossa vida cotidiana.  Estes lados estão constantemente sendo construídos e sofrem transformações com o tempo e à medida que experimentamos coisas novas.

O ego também faz parte do nosso eu interior. Isso nos faz lutar pela nossa própria identidade no mundo. Ele enfatiza a existência individual de um ser humano separado dos outros. Isso tornará um indivíduo orgulhoso e egoísta. Ele negligenciará certos fatos, o que será um obstáculo na sua autoconsciência e, assim, degrada seu autodesenvolvimento.

Assim, para o desenvolvimento do eu interior, o primeiro passo é a introspecção. Isso significa que um indivíduo deve olhar dentro de si mesmo e analisar sua própria personalidade. Desta forma, ele poderá descobrir suas próprias forças e fraquezas. Depois disso, será fácil para ele assumir os métodos que aumentam suas forças e minimiza suas fraquezas.

Outro benefício da introspecção é que a pessoa se torna mais atraída para os modos de vida positivos e a afastar-se dos pensamentos negativos da vida, como o ciúme e a frustração. Isso levará à cura do eu interno. Muitos de nós são propensos ao pensamento pessimista, razão pela qual não percebem a possibilidade de uma solução para o problema. Tomar uma atitude positiva e construtiva dará a um indivíduo a força para enfrentar os problemas da vida e buscar uma solução para o mesmo.

Outros benefícios é que ajuda a curar distúrbios como insônia, dores, depressão e várias doenças físicas e mentais.

A meditação e o yoga são algumas das maneiras que ajudam uma pessoa na busca desse eu interior. São métodos de cura que ajudam a pessoa a pensar acima de sua própria individualidade. Proporcionam auto regulação, auto exploração e auto libertação. Isso nos ajuda a controlar nossos instintos e a melhorar a nossa concentração, além de fortalecer nosso caráter. Ajudam a alcançar a tranquilidade da mente e nos levam a uma realização espiritual e à integração de todas as partes que existem dentro de nós.

Além disso, fazem com que percebamos nossos erros e fraquezas, trazendo uma transformação em nossa personalidade. Por último, mas não menos importante, revela-nos a verdade da vida e da morte e contribui para o processo de auto cura.

O amor próprio é um sentimento essencial na busca de transformação do nosso eu interior. Toda pessoa tem o desejo de que o objeto ou a pessoa que ele ama sempre seja perfeito. Portanto, se uma pessoa se ama, sem dúvida, ela fará todos os esforços para se transformar, se desenvolver e ser uma pessoa melhor.

 

Compartilhe

Click Here to Leave a Comment Below

Leave a Reply: